procrastinadora.

Ontem foi um dia particularmente tenso, e felizmente acabou dando certo. Trabalho incompleto, problema com a saúde, mas foi apresentado com sucesso. A professora aparentemente curtiu bastante. Daí no final da aula ela entrega as tão esperadas notas da prova que foi adiada infinitamente, e eu tirei 10, olha só. A professora que mais “odeio”, ficou me elogiando e dizendo pro pessoal que tirou nota ruim pegar dicas comigo. Logo eu, que desde que saí da prova senti que enchi muita da linguiça, e ao reler continuei vendo o mesmo. Acho que no fundo estou satisfeita, porém ainda duvidando, sem realmente acreditar nessa coisa toda. Vai que a máscara cai. Ou estarei sendo crítica demais comigo mesma? Não sei como conseguir uma avaliação realista, parece que estão todos sendo bonzinhos demais. O que sei é que poderia e posso fazer melhor. Acredito que o principal motivo pra eu desconfiar tanto é que a professora é uma legítima apoiadora de estudar ao infinito e além, qualquer tempo livre, etc etc, então não tenho ideia se a farsa sou eu ou ela. Ou todos. Como alguém desse tipo não perceberia algo feito às pressas, praticamente no mesmo dia? Ou seria apenas uma prova de que há formas e formas de fazer algo e ter o mínimo de sucesso? Na verdade, acho que me sinto sendo avaliada com o máximo, mas entregando apenas esse mínimo. Quero uma avaliação realística, um feedback digno. Deve ser isso.

Vi um post no blog da Leticia sobre o Wait but Why, com esse vídeo ótimo, e que me identifiquei bastante:

O que ele fala no final abriu meus olhos pra algumas coisas que não estavam muito claras pra mim ainda, inclusive deu vontade de imprimir o “calendário da vida” e colar na parede pra ter noção de tempo dentro do panorama geral, mas ainda tô pensando se não seria macabro demais ou sei lá.

Acho que acabaria gerando mais pressão. Ou ajudaria a ter uma visão melhor do que venho conquistando, e as possíveis mudanças de planos ajudariam a entender como eu mesma e as coisas têm mudado ao longo do tempo. Nem sei se deveria me preocupar em decidir se devo fazer isso ou não. Percebe o bug na pessoa? E não preciso nem comentar que estou procrastinando ao escrever esse post…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s