sobre cheiros e outras coisas.

Segunda e ontem foram dias particularmente bons, hoje já nem tanto, porém (acho que) estou mantendo tudo sob controle. Primeiro dia útil da semana, não pude ir ao yoga porque não tinha digerido bem o almoço, e no meio do caminho vi folhas lilases no chão, e percebi depois de tantas vezes fazendo aquele caminho, a árvore que tinha as tais folhas. Coisa mar linda, mas não consigo achar o nome da bendita. Quem sabe um amigo mais manjado das botânicas saiba me responder dia desses. Mais tarde, me chamam a pretexto de “trouxe algo grande e gostoso pra você”, qual minha surpresa ao descobrir que fui trollada e a tal coisa grande e gostosa era uma amiga nossa. Fiquei decepcionada porque tava esperando comida, mas feliz por me conhecerem tão bem a ponto de saber como me atrair perfeitamente hahaha. Me renderam um humor bom para o resto da noite. Aliás, me indagaram sobre algo que nunca reparei, assim como a árvore de folhas lilases: “que cheiro tu gosta?”. Sim, me deu pane, e a primeira coisa que me veio à mente foi de brigadeiro… sente a gordice da pessoa. Vou tentar prestar mais atenção a essas sensações! Sempre fui de meter o nariz na comida pra sentir o cheiro (não me pergunte o porquê), mas nunca parei pra notar aromas “da natureza”, digamos assim.

Já na terça, recebi a visita de uma senhorinha que passa na loja que trabalho com uma certa frequência, super simpática e animada. O tipo que conversa bastante mas não aquele que fica duas horas tirando assunto do inferno mesmo quando você não fala nada (sim, tem desses). Inclusive descobri que ela mantem um blog e que até comentou de mim lá (!). Deixo aqui o link: http://cronicasdareginadois.blogspot.com.br/. Me encantei com a forma leve que ela se expressa e a beleza com que vê as coisas simples do dia-a-dia, com seu “olhar de cronista”. Fiquei motivada a organizar meus “projetos” e escrever mais, reparar e puxar meu olhar para estas coisas simples também. Pra alegrar mais o dia, não teve aula e ficamos conversando bobagens na sala, e tirando onda com a Siri. Fiquei com 9,5 na segunda nota de Tecnologia da informação (yay!)

Hoje, feriado, chuva, em casa, fazendo vários nadas. Li um capítulo de Coisas frágeis (quando acabar vou comentar sobre aqui), mas ainda não parei pra fazer o que me propus: organizar as palavras-chave do assunto da prova de Administração dessa sexta-feira. Não estou nada afim.

Ontem li um link de uma moça que tinha começado o 100 Happy Days, que eu já tinha visto mas nunca comecei de fato. Então vou iniciar de hoje, mas de uma forma um pouco diferente. Geralmente não consigo tirar boas fotos ou não é possível tirar uma foto do que me fez feliz ou simplesmente pode ter sido uma ideia/pensamento feliz. Então o que vou fazer é me estimular mais a anotar o que me fez bem e tirar mais fotos do que acho bonito, hábito que abandonei.

Por fim, compartilho aqui o clipe dessa música amorzinho que já tinha escutado mas que me deparei de novo hoje, assim como os links habituais que achei interessantes nos últimos dias.

dançar na chuva quando a chuva vem…

O cinema e a literatura podem dar aquela valorizada nas nossas vidas comuns, no Huffpost Brasil
Sobre valorizar nossa vida ordinária, com direito a menção do melhor filme da vida, About time.

Ponto cruz é a pixel art da vida real, no Beyond Cloud Nine
Gente, olha esse mural com os pokemãos e digam que não é a coisa mais omg. Não sou essa pessoa nerd e tal mas achei incrível, deve ter dado um trabalho do inferno. Me faz lembrar que preciso/quero começar a aprender algo assim, crochê, bordado, sei lá.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s